Árvores Brasileiras

Arvores

Manga rosa – Mangifera indica L.

Manga rosa – Mangifera indica L.

A mangueira é uma árvore grande e seu porte pode atingir cerca de 30 metros. Sua copa pode ser considerada bastante frondosa, fazendo com que ela fique muito bem disposta em jardins maiores. No período de inverno, ela ganha tonalidade mais clara devido a inflorescências que entregam à copa uma beleza evidente. Já o verão é o momento dos frutos, que comumente apresentam a casca em tons de amarelo e vermelho. Portanto, nesta época, a mangueira tem seu ápice de cores e também da produç...

Cássia do Nordeste - Senna spectabilis

Cássia do Nordeste - Senna spectabilis

Uma árvore de crescimento rápido e espetacular, muito utilizada na arborização urbana no nordeste do país, já que suas raízes não levantam calçadas. Floresce profusamente atraindo abelhas, borboletas e beija-flores e é tolerante à seca. Os frutos são vagens compridas e finas. Ela é excepcionalmente ornamental já que permanece em flor durante vários meses, podendo ser usada no paisagismo em geral. Pelo pequeno porte e pela beleza de sua florada, é ideal para a arborização de rua...

Jasmim Laranja - Murraya paniculata

Jasmim Laranja - Murraya paniculata

É um arbusto grande ou árvore de pequeno porte, que pode alcançar até 7 metros de altura. Muito utilizada para a formação de cercas-vivas, a murta-de-cheiro apresenta ramagem lenhosa e bastante ramificada. Suas folhas são pinadas, com 3 a 7 folíolos pequenos, elípticos, glabros, perenes, brilhantes e de coloração verde-escura. Durante todo o ano produz inflorescências terminais, com flores de coloração branca ou branca-creme, com perfume que lembra jasmim e flor-de-laranjeira. Os f...

Ipê de jardim - Tecoma stans

Ipê de jardim - Tecoma stans

É bastante ramificado, que pode alcançar 4 a 6 metros de altura. Ele apresenta folhas compostas por folíolos ovais-lanceolados, subsésseis e de bordas serrilhadas. As inflorescências são terminais ou axilares, com muitas flores tubulares, amarelas, muito parecidas com as do Ipê-amarelo (Tabebuia spp). A floração é maior nos meses mais quentes, mas pode perdurar durante o outono. Os frutos são cápsulas glabras deiscentes, compridas e contém muitas sementes aladas. Seu nome científic...

Oiti - Licania tomentosa

Oiti - Licania tomentosa

É uma árvore perenifólia, frutífera e muito utilizada na arborização urbana. Sua copa é globosa, bem formada e cheia, produzindo excelente sombra. Suas raízes são profundas, não agressivas. O tronco é ereto e geralmente apresenta casca cinzenta e fuste curto, ramificando em seguida. As folhas são simples, alternas, elípticas a oblongas, acuminadas, brilhantes, tomentosas, de margens inteiras e nervura central bem marcada. Elas são amarelas quando novas e tornam-se verdes escuras co...

Ipê branco - Tabebuia róseo-alba

Ipê branco - Tabebuia róseo-alba

É uma árvore decídua nativa que pode ser encontrada no Cerrado, Caatinga e Mata Atlântica. De copa em formato piramidal, apresenta folhas compostas e trifoliadas que caem completamente na estação fria. Quando o ipê floresce, sua copa fica inteiramente branca. Seu porte é médio, variando entre 7 e 16 metros de altura e sua floração ocorre entre o final do inverno e o início da primavera. Os frutos do ipê são cápsulas arredondadas, longas e finas, que contém um grande número de se...

Ipê rosa - Handroanthus heptaphyllus

Ipê rosa - Handroanthus heptaphyllus

Chega a mais de 30 metros de altura e 90 cm de diâmetro. Folhas de coloração verde-escura, compostas, de distribuição oposta, medindo 6x10cm. As flores estão agrupadas em inflorescências do tipo corimbo, medindo de 5 a 8 cm, com corola 5-mera, de coloração rosa, zigomorfa, gamopétala. A floração ocorre de junho a setembro e a polinização é realizada por abelhas e pássaros. Os frutos medem até 50 cm, são pretos, secos e deiscentes, do tipo síliqua. A dispersão é realizada atr...

Ipê roxo - Handroanthus impetiginosus

Ipê roxo - Handroanthus impetiginosus

É uma espécie com 20-35 m de altura e tronco com 60-80 cm de diâmetro. As folhas são compostas palmadas, 5-folioladas e os folíolos, quase glabros, possuem de 5-13 cm de comprimento por 3-4 cm de largura. As flores são reunidas em inflorescências terminais, com coloração roxa e, raramente, branca. Os frutos são vagens que contêm sementes aladas, próprias para a dispersão pelo vento. Floresce durante os meses de agosto e setembro, e a maturação dos frutos ocorre a partir do final d...

Ipê Amarelo - Handroanthus albus

Ipê Amarelo - Handroanthus albus

É uma das árvores mais ornamentais, tanto pelo exuberante florescimento como por sua folhagem prateada quando recém brotada. É uma espécie caducifólia (que perde suas folhas no inverno), com altura variável de até 30 metros, tronco reto a levemente tortuoso, casca espessa de coloração acinzentada e fissuras no sentido vertical. É encontrada em diversos tipos de ambiente, mas principalmente em solos úmidos e profundos. Suas flores se destacam pela cor amarelo ouro e são comestíveis ...

Jacarandá mimoso - Jacaranda mimosifolia

Jacarandá mimoso - Jacaranda mimosifolia

É uma árvore decídua a semi-decídua, de floração muito exuberante. Seu porte é pequeno, alcançando cerca de 15 metros de altura. O caule é um pouco retorcido, com casca clara e lisa quando jovem, que gradativamente vai se tornando áspera e escura com a idade. Sua copa é arredondada a irregular, arejada e rala. Suas folhas são opostas e bipinadas, compostas por 25 a 30 pares de pequenos folíolos ovais, de coloração verde-clara acinzentada. Seu nome científico é Jacaranda mimosifo...

Chuva de ouro da Amazônia - Lophantera lactescens

Chuva de ouro da Amazônia - Lophantera lactescens

É uma árvore muito exuberante com seus cachos de flores pendentes. Apresenta copa de forma cônica ou piramidal. Os ramos são de coloração marrom clara, com estrias longitudinais e pequenos calos avermelhados, além de cicatrizes foliares bastante aparentes. As folhas são de coloração verde escura, grandes, glabras, opostas, simples, obovadas e com nervuras bem marcadas. Suas flores são amarelas e reúnem-se em longas inflorescências pendulares. Os frutos são do tipo cápsula. Floresc...

Jatobá - Hymenaea courbaril

Jatobá - Hymenaea courbaril

É uma árvore de grande porte, 15 a 30 metros de altura. Tronco liso meio avermelhado. Madeira pesada. Folhas compostas de dois foliolos lisos e brilhantes, de 6 a 12 cm. Flores pequenas, brancas com partes marrons. Fruto em torno de 20 cm, com casca dura, marrom e aspera, que se quebra com certa facilidade. Contém 2 a 4 sementes envoltas em um pó esverdeado comestível, com forte cheiro peculiar. É bastante apreciado, principalmente pelo pessoal do interior, que o consome in natura ou em f...

Pata de vaca rosa - Bauhinia variegata

Pata de vaca rosa - Bauhinia variegata

É uma árvore semidecídua e muito florífera, originária da China e da Índia, e largamente utilizada na arborização urbana no sul e no sudeste do Brasil. Apresenta porte médio, alcançando de 6 a 12 metros de altura, mas raramente passando de 10 metros. O tronco tem cerca de 30 a 40 cm de diâmetro, é tortuoso e costuma ter o fuste curto, ou seja, ramifica com pouca altura ou mesmo desde a base. As folhas são redondas, coriáceas, com nervusas claras, bilobadas e, devido ao seu típico ...

Jambo vermelho - Syzygium malaccense L.O

Jambo vermelho - Syzygium malaccense L.O

É uma árvore que pode atingir cerca de 15 metros de altura. Apresenta um tronco reto e folhas grandes, simples, de coloração verde-escura e que atingem, no máximo, 30 cm de comprimento. As flores do jambeiro se destacam por apresentar numerosos estames de cor vermelho-púrpura, que formam uma espécie de pompom. A floração ocorre de abril a junho. O fruto se destaca pela presença das vitaminas A, B1 e B12, cálcio, ferro, fósforo, antocianinas e carotenoides. A principal antocianina enc...

Bougainville pink - Bougainvillea spectabilis

Bougainville pink - Bougainvillea spectabilis

Seu caule apresenta espinhos verdadeiros, suas folhas são pequenas levemente cobertas por pelos finos, curtos e macios; possuem flores pequenas, envolvidas por 3 brácteas grandes, vistosas. As brácteas formam-se em grandes cachos nas pontas dos ramos, simples ou dobradas. Surgem principalmente na primavera-verão e esporadicamente durante o ano, possuem flores de tonalidade amarelo, pink e vermelho. Seu nome científico é Bougainvillea spectabilis, pertencente à família Nyctaginaceae....

Bougainville vermelho - Bougainvillea spectabilis

Bougainville vermelho - Bougainvillea spectabilis

Seu caule apresenta espinhos verdadeiros, suas folhas são pequenas levemente cobertas por pelos finos, curtos e macios; possuem flores pequenas, envolvidas por 3 brácteas grandes, vistosas. As brácteas formam-se em grandes cachos nas pontas dos ramos, simples ou dobradas. Surgem principalmente na primavera-verão e esporadicamente durante o ano, possuem flores de tonalidade amarelo, pink e vermelho. Seu nome científico é Bougainvillea spectabilis, pertencente à família Nyctaginaceae....

Bougainville Amarelo - Bougainvillea spectabilis

Bougainville Amarelo - Bougainvillea spectabilis

Seu caule apresenta espinhos verdadeiros, suas folhas são pequenas levemente cobertas por pelos finos, curtos e macios; possuem flores pequenas, envolvidas por 3 brácteas grandes, vistosas. As brácteas formam-se em grandes cachos nas pontas dos ramos, simples ou dobradas. Surgem principalmente na primavera-verão e esporadicamente durante o ano, possuem flores de tonalidade amarelo, pink e vermelho. Seu nome científico é Bougainvillea spectabilis, pertencente à família Nyctaginaceae....

Resedá roxo - Lagerstroemia indica

Resedá roxo - Lagerstroemia indica

Perfeita para as calçadas, o resedá é uma árvore de pequeno porte que não possui raízes agressivas, além de ter um belo florescimento. Suas folhas são elípticas, com bordas onduladas. O tronco é muito belo, liso, de tons claros, marmorizado. Seu porte chega a 6 metros de altura. As inflorescências, formadas ainda no inverno, contém inúmeras flores crespas de coloração rosa, branca, roxa ou vermelha, de acordo com a variedade. Devem ser cultivadas sob sol pleno em solo fértil, dre...

Resedá branco - Lagerstroemia indica

Resedá branco - Lagerstroemia indica

Perfeita para as calçadas, o resedá é uma árvore de pequeno porte que não possui raízes agressivas, além de ter um belo florescimento. Suas folhas são elípticas, com bordas onduladas. O tronco é muito belo, liso, de tons claros, marmorizado. Seu porte chega a 6 metros de altura. As inflorescências, formadas ainda no inverno, contém inúmeras flores crespas de coloração rosa, branca, roxa ou vermelha, de acordo com a variedade. Devem ser cultivadas sob sol pleno em solo fértil, dre...

Resedá vermelho - Lagerstroemia indica

Resedá vermelho - Lagerstroemia indica

Perfeita para as calçadas, o resedá é uma árvore de pequeno porte que não possui raízes agressivas, além de ter um belo florescimento. Suas folhas são elípticas, com bordas onduladas. O tronco é muito belo, liso, de tons claros, marmorizado. Seu porte chega a 6 metros de altura. As inflorescências, formadas ainda no inverno, contém inúmeras flores crespas de coloração rosa, branca, roxa ou vermelha, de acordo com a variedade. Devem ser cultivadas sob sol pleno em solo fértil, dre...

Muquém - Pityrocarpa moniliformis

Muquém - Pityrocarpa moniliformis

Atinge de 4-9 m de altura, dotada de copa arredondada. Tronco geralmente tortuoso, de 20 a 30 cm de diâmetro. Folhas compostas bipinadas, com pecíolo de 2-4 cm de comprimento e ranque rufescente de 1-3 cm de comprimento ou inexistente em folhas unijugadas. Pinas com eixo comum, de 1 a 4 pares. Folíolos discolores aos pares, de 6 a 12. Inflorescências em espigas axilares e terminais de 5-9 cm de comprimento, com flores amarelo-esbranquiçadas. Fruto legume curvado de 4 a 10 cm de compriment...

Flamboyant - Delonix regia

Flamboyant - Delonix regia

É considerado uma das árvores mais belas do mundo, devido ao colorido intenso de suas flores. Frondosa, ela possui tronco forte e um pouco retorcido, podendo alcançar cerca de 12 metros de altura. Sua copa é muito ampla, em forma de guarda-chuva, e pode ser mais larga do que a própria altura da árvore. As folhas são bipinadas (recompostas) formadas por 10 a 15 pares de folíolos, cada um dos quais contém 12-20 pares de folíolos oblongos e sésseis. Seu crescimento é bastante rápido, c...

Espirradeira - Nerium oleander

Espirradeira - Nerium oleander

é uma planta da família Apocynaceae, originária da região da bacia do Mediterrâneo, incluindo Norte da África, até o sul da Ásia. Foi introduzida em regiões do oriente, Austrália, Madagascar e nas Américas, sendo muito cultivada em países tropicais e subtropicais pelo valor ornamental e por não serem plantas muito exigentes quanto às condições de solo e umidade. Seu porte pode ser arbustivo ou de pequena árvore, atingindo entre 2 e 5 metros de altura. Suas folhas são estreitas ...