Ednei Amorim participa de capacitação para viabilizar PPP Piauí Cidades Inteligentes

O prefeito Ednei Amorim participou nesta manhã (15) de uma capacitação para iniciar os estudos de viabilidade do projeto de Parcerias Público Privadas (PPP) Piauí Cidades Inteligentes. O treinamento foi realizado pelo Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC), da Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC), do Governo do Estado do Piauí.

O projeto prevê o desenvolvimento de três áreas, sendo possível contemplar a construção de uma usina fotovoltaica, implantação da rede de fibra óptica e melhoria da iluminação pública em São João do Piauí. Com os investimentos, a prefeitura poderá reduzir os gastos e oferecer serviços de melhor qualidade à população. 

O prefeito Ednei Amorim relata que "isso é sinal de desenvolvimento para a cidade. Vamos ser uma das primeiras cidades a ser contempladas com esse projeto. São João do Piauí sempre evoluindo. Nós estamos realmente fazendo nossa parte, trabalhando diuturnamente para melhorar a qualidade de vida do cidadão sanjoanense. Tudo isso é só o começo, vamos fazer muito mais", garantiu o prefeito.

O município de São João do Piauí está entre as dez (10) cidades que integram a primeira etapa da PPP Piauí Cidades Inteligentes, juntamente com Floriano, Castelo, Angical, Itainópolis, Jaicós, Barras, Campinas, Miguel Alves e Buriti dos Montes. Essas cidades receberão assessoria da Superintendência de Parcerias e Concessões (SUPARC) e Instituto de Planejamento e Gestão de Cidades (IPGC) para estudos e modelagem de projetos estratégicos de acordo com as demandas dos municípios.

O diretor presidente do IPGC, Leonardo Santos, explica como os estudos vão proceder. "Esse foi um momento para alinhar os conhecimentos e, a partir disso, vamos iniciar os estudos e coletar os dados. Em seguida retornaremos ao município para apresentar o estudo de viabilidade da PPP Piauí Cidades Inteligentes para o prefeito e sua equipe", frisou.

A previsão é que todo o processo burocrático seja findado ainda neste ano e que as obras possam iniciar em 2022, podendo ser concluídas no final do mesmo ano.
 
Participaram da capacitação, a secretária de Finanças, Evangelina Barroso, o secretário de Meio Ambiente, Diego Jânio, o secretário de Infraestrutura, Jairo Nunes, a controladora Maristela, o fiscal de Abastecimento de água, Willamy Costa e o advogado Daniel Cavalcante.

Compartilhar Compartilhar Imprimir

Relacionadas